Rua São Paulo - Centro - CEP 84350-000 - Ortigueira - PR | 42-32771388

Ind?stria e Com?rcio

Ortigueira espera pela Klabin - Confira a mat?ria desta quinta-feira (2) da Tribuna do Norte

Quinta-feira, 02 de fevereiro de 2012

Última Modificação: // | Visualizada 7570 vezes

CRESCIMENTO


Ouvir matéria

Apesar de ainda não ter sido confirmada no município, empresa já atrai investimentos, diz prefeito


Ortigueira já começa a sentir os reflexos na economia, antes mesmo da confirmação sobre a instalação da unidade da Klabin no município, que é considerado o maior investimento industrial da história do Paraná. A cidade é cotada entre os municípios da região dos Campos Gerais para sediar o megaprojeto da empresa, que poderá receber cerca de R$ 6 bilhões. A indústria deve se enquadrar no programa de incentivos Paraná Competitivo.

De acordo com o prefeito de Orligueira, Geraldo Magela (PSDB), não há uma confirmação oficial da empresa ou do governo do Paraná sobre a escolha do município. No entanto ele admite que vários investidores estão antecipando negócios na cidade. \"Desde o final do ano passado a movimentação em Ortigueira tem sido intensa\" , conta ele, citando os casos da Conselmar Engenharia e Construções, de Apucarana e do grupo empresarial do apresentador Ratinho que teriam negociado terrenos para investimentos na cidade. \"Além disso, o Banco Bradesco abriu no final do ano passado, no período de 30 dias, uma agência no município. Recebemos também solicitação de um terreno para a construção de uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O pedido cobrava agilidade, pois havia urgência na abertura da unidade\", diz. Ele informa ainda que a Secretaria Municipal de Educação também recebeu do Ministério da Educação (MEC) o pedido de uma área para implantação de uma escola técnica do programa Brasil Profissionalizado, que deve atender 600 alunos. \"Esse interesse pela cidade é um forte indicativo que poderá ser escolhida para sediar a nova indústria\", completa.

Magela lembra que a Klabin tem cerca de 17,3 mil hectares de florestas no município, com potencial para a ampliação de áreas no futuro. \"Além do suprimento de madeira, a empresa está interessada na região devido à logística de escoamento da produção e proximidade de rios para fornecimento de água. Com o anúncio da concessionária RodoNorte sobre a duplicação da rodovia que liga Apucarana-Ponta Grossa, Ortigueira terá condições logísticas ainda mais satisfatórias\", completa.


Anúncio no 1º trimestre

O secretário da Indúsiria e Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, informou nesta semana que a confirmação do município escolhido pela Klabin deve ocorrer no final deste último trimestre.
Ele afirmou ainda que o goveno está cuidando de todos os detalhes das negociações para a instalação da unidade no Estado.

Com a nova fábrica de celulose, a empresa planeja começar a produzir a partir de 2015. A companhia, que tem uma fábrica de papel e cartões em Telêmaco Borba, já teria descartado a cidade como sede para outra unidade.

O acordo que está sendo estudado entre empresa, estado e municípios é inédito e prevê a partilha de ICMS entre as cidades que fornecerão madeira para a linha de produção.

Segundo o prefeito Geraldo Magela, a intenção é que 50% do ICMS gerado pela Klabin seja distribuído entre os municípios fornecedores de matérias primas. Estão em estudo ainda critérios como fornecimento de madeira, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e população para a divisão do ICMS.


Créditos: Maria Teresa Uliana
Economia - Tribuna do Norte

Fonte: Fernanda Rodrigues

 Galeria de Fotos

 Veja Também